Foto: Rodrigo Clemente

 

Uma metrópole como Belo Horizonte, com aproximadamente 500 mil árvores em suas ruas e avenidas, precisa de um trabalho intenso no cuidado dessa vegetação. Desde 2017, a Prefeitura de Belo Horizonte tem priorizado esse trabalho, ampliando a atuação e os investimentos na área. Nos últimos quatro anos, foram investidos mais de R$ 60 milhões nesses serviços, com a execução de cerca de 120 mil podas e 30 mil supressões de árvores. Este é um trabalho permanente e preventivo realizado pela Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap), cuja importância fica mais evidente durante o período chuvoso.

“Belo Horizonte é uma cidade jardim, mas com muitas árvores antigas e, às vezes, de espécies inadequadas ao local onde estão plantadas. Apesar de trazerem grandes benefícios às pessoas e ao meio ambiente urbano, as árvores podem representar um risco sério. No período chuvoso, quando tem fortes rajadas de vento, galhos e até mesmo árvores saudáveis correm risco de cair. Por isso, foi necessário ampliar esses investimentos para trazer mais segurança à população”, justifica o superintendente da Sudecap, Henrique Castilho.

Além do grande volume de trabalho executado, todas as árvores vistoriadas passam por uma avaliação criteriosa para que seja definido qual o serviço a ser executado: supressão, poda, ou se não é necessária nenhuma intervenção. Os laudos de vistoria seguem os critérios e diretrizes determinados na Deliberação Normativa 92/2018, publicada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. São priorizadas as podas e supressões de árvores condenadas ou que possam representar riscos de causar danos humanos ou materiais. Nos casos de interferência com as redes de eletricidade, a CEMIG precisa ser acionada para o trabalho ser feito em conjunto.

Os serviços para avaliação da necessidade de poda e supressão de árvores em locais públicos podem ser requisitados por meio de canais oficiais de atendimento ao cidadão da Prefeitura: o aplicativo PBH APP e o Portal de Serviços da Prefeitura. O munícipe receberá um número de protocolo para acompanhamento da demanda. O cidadão também pode solicitar nos canais de atendimento o recolhimento de galhos de árvores caídos em logradouros públicos (ruas, passeios e praças).