Foto: iStock

 

As atividades escolares não presenciais de 2021 no ensino municipal foram iniciadas nesta segunda-feira (1/2)  e darão continuidade ao trabalho pedagógico que começou no ano passado para alunos do ensino fundamental. O cumprimento dos calendários escolares de 2020 e 2021 será realizado por meio de atividades pedagógicas não presenciais.

Foi realizada uma intensa análise do contexto, avaliação dos processos de trabalho e fortalecimento de vínculo com as famílias e estudantes desde março de 2020. Cada escola mapeou alunos, o contexto familiar dos estudantes, as possibilidades e impossibilidades de acesso e eventuais situações de defasagem de aprendizagem.

Dentre as possibilidades e estratégias de ensino, foi criado o projeto-piloto Meta Educação, que prevê o empréstimo, para os estudantes participantes, de tablets com acesso à internet. O objetivo do Meta é melhorar a qualidade da Educação de Belo Horizonte para os estudantes do Ensino Fundamental, incentivando novas formas de aprender e ensinar, principalmente aquelas mediadas por tecnologias digitais, mas não exclusivamente através de tecnologia digital.

Por ser um projeto-piloto, foi implantado em 73 escolas municipais, considerando aquelas com alunos do 9º ano e em ensino remoto desde setembro e cujos estudantes e professores espontaneamente têm apresentado autonomia e interesse na utilização de plataforma tecnológica digital em 2020.