Foto: divulgação

 

Ainda que a vacinação contra o Covid-19 já comece a dar os primeiros passos no Brasil, as medidas preventivas para frear a pandemia continuam necessárias, com destaque ao distanciamento social e aos cuidados com os meios de contaminação, como as superfícies. Por isso, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) adquiriu 1300 torneiras touchless para bebedouros da marca Beloar ÁguaàLaser, popularmente chamados de “anti-coronavírus”. O dispositivo, que também foi instalado na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, consiste em um sensor infravermelho que dispensa qualquer tipo de contato físico para liberar água em copos ou garrafas, o que acaba com a possibilidade de infecções por meio destes tipos de equipamentos.

Nos antigos modelos de bebedouros de água que eram utilizados pela UFMG, o contato manual para o acionamento da torneira era necessário. Este procedimento não é recomendado, considerando que as mãos são um potencial meio de contaminação da Covid-19 e outras doenças. Conforme Nota Técnica Pública CSIPS/GGTES/ANVISA Nº 01/2020, o vírus SARS-CoV-2 pode permanecer até 72 horas em superfícies e, com a instalação do ÁguaàLaser, as possibilidades de se contaminar por meio de bebedouros serão totalmente eliminadas na instituição de ensino.

A bióloga, mestre e doutoranda em Imunologia pela UFMG, Ana Clara Matoso, destaca a importância de dispositivos que dispensam o contato físico para evitar a transmissão de doenças. Ela aponta que a disseminação de microrganismos e a propagação de infecções é preocupante em todo o mundo e, após o início da pandemia do novo coronavírus, têm aumentado o número de diretrizes e legislações para o controle da propagação destas infecções em espaços públicos.

De acordo com a doutoranda, a contaminação por contato pode ocorrer por contato direto com um paciente infectado ou indiretamente por meio de um objeto ou superfícies contaminadas, que funcionam como reservatórios de microrganismos que se espalham por quem entra em contato com ela, principalmente em locais onde passam um alto número de pessoas por dia, como instituições públicas, instituições de ensino e espaços de atendimento à saúde.