Glenda Nicácio, Laís Bodanzky, Lúcia Murat, Petra Costa, Sabrina Fidalgo, Suzana Garcia, Agnès Varda, Céline Sciamma, Dee Rees, Juliana Rojas, Olivia Wilde e outras mulheres do audiovisual completam a lista de 57 sugestões de obras dirigidas sob o olhar feminino e disponíveis nas plataformas de streaming. A seleção foi feita por estudantes do Núcleo Cinestesia da ESPM e pela professora de cinema e audiovisual, Hadija Chalupe, em homenagem ao mês da mulher.

Apesar de representarem 51% da população brasileira, as mulheres têm pouca representatividade no audiovisual brasileiro. Segundo pesquisa realizada pela Agência Nacional de Cinema – ANCINE, de 2016, a participação das mulheres nas funções de direção e direção de fotografia é pequena e a de mulheres negras é ainda menor.

Confira as dicas:

Disney Plus
Rainha de Katwe – Mira Nair – EUA – 2016

Globoplay
Amor, Plástico E Barulho – Renata Pinheiro – Brasil 2013
A Última Abolição – Alice Gomes – Brasil – 2018
Minha Vida Em Marte – Suzana Garcia – Brasil 2018
Ó Pai Ó – Carolina Jabor, Mauro Lima, Olívia Guimarães e Monique Gardenberg – Brasil 2007
O Sonho De Wadja – Haifaa Al-Mansour – Alemanha e Arábia Saudita – 2012
Paraíso Perdido – Monique Gardenberg – Brasil – 2018
Para Sama – Waad al-Kateab e Edward Watts – Síria, EUA e Reino Unido – 2019

Looke
Mar De Rosas – Ana Carolina – Brasil – 1977

MUBI
Farewell Amor – Ekwa Msangi – Angola e EUA – 2020
Meu Corpo É Político – Alice Riff – Brasil – 2017
Pendular – Julia Murat – Brasil – 2017

Netflix
Atlantique – Mati Diop – Senegal, França e Bélgica – 2019
A Cidade Onde Envelheço – Marília Rocha – Brasil e Portugal – 2017
A Febre – Maya Da-Rin – Brasil – 2019
Animal Cordial – Gabriela Amaral Almeida – Brasil – 2017
A Voz Do Silêncio – Naoko Yamada – Japão – 2016
Crip Camp: Revolução Pela Inclusão – Nicole Newnham e James Lebrechet – EUA – 2020
Elena – Petra Costa – Brasil – 2012
Democracia Em Vertigem – Petra Costa – Brasil – 2019
Dick Johnson Is Dead – Kristen Johnson – EUA – 2020
Mãe Só Há Uma – Anna Muylaert – Brasil – 2016
Shirkers – Sandi Tan – Singapura e Reino Unido – 2019
Sinfonia Da Necrópole – Juliana Rojas – Brasil – 2014
The Forty Year Old Version – Radha Blank – EUA – 2020
The Last Thing He Wanted – Dee Rees – EUA – 2020
XXY – Lucia Puenzo – Argentina – 2007

Prime Video
Adam – Maryam Touzani – Marrocos – 2019
Café Com Canela – Glenda Nicácio e Ary Rosa – Brasil – 2017
One Child Nation – Nanfu Wang e Jialing Zhang – China – 2019
Parque Da Meditação – Mina Shun – Canadá – 201
Pelo Malo – Mariana Rondón – Venezuela, Peru, Argentina e Alemanha – 2013
Sabor Da Vida – Naomi Kawase – Alemanha, França e Japão – 2016

Telecine Play
A Despedida – Lulu Wang – China – 2019
Como Nossos Pais – Laís Bodanzky – Brasil – 2017
Cléo De Cinq À Sept  – Agnès Varda – França – 1962
Filhas Do Sol – Eva Husson – Bélgica, França, Geórgia e Suíça – 2018
Fora De Série – Olivia Wilde – EUA – 2019
Mate-me Por Favor – Anita Rocha – Brasil – 2016
Mormaço – Marina Meliande – Brasil – 2018
O Mal Exemplo De Cameron – Desiree Akhavan – EUA – 2018
Papicha – Mounia Meddour – Argélia, Bélgica, França e Qatar – 2019
Praça Paris – Lúcia Murat – Brasil – 2017
Que Horas Ela Volta – Anna Muylaert – Brasil – 2015
Rafiki – Wanuri Kahiu – Quênia – 2018
Retrato De Uma Jovem Em Chamas – Céline Sciamma – França
Você Nunca Esteve Realmente Aqui – Lynne Ramsay – Reino Unido – 2017

Youtube/Google Play
Cafarnaum – Nadine Labaki – Líbano – 2018
Cores E Botas – Juliana Vicente – Brasil – 2011
Giz – Ana Flávia Cavalcanti- Brasil – 2019
Honeyland – Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov – Macedônia – 2019
I Am Not A Witch – Rungano Nyoni – Reino Unido, França e Alemanha – 2017
Kbela – Yasmin Thayná – Brasil – 2015
Mustang – Deniz Gamze Ergûven – Turquia, Alemanha e França – 2015
O Dia De Jerusa – Viviane Ferreira – Brasil – 2014
Rainha – Sabrina Fidalgo – Brasil – 2016
Systemsprenger – Nora Fingscheidt – Alemanha – 2019